Panorama Econômico — 18/07/22


Felipe Moura, CGA e analista de investimentos da Finacap, comenta sobre:


- Ibovespa: renova mínimas do ano e passa a negociar agora na região dos 96 mil pontos, nível alcançado pela última vez em novembro de 2020.


- A Câmara concluiu na quarta a aprovação da “PEC das Bondades”, que custará aos cofres públicos R$ 41,25 bilhões para conceder benefícios a menos de três meses das eleições. A quantia ficará fora do teto de gastos.


- Os temores em torno da proposta tiveram reflexo no mercado de juros. O

aumento da desconfiança dos agentes com o rumo das contas públicas se soma ao ajuste na política monetária em mercados desenvolvidos e, como resultado, as taxas testam níveis cada vez mais altos.


- As taxas das NTN-Bs, que são títulos atrelados ao IPCA, indicam, o juro real precificado pelo mercado. Os níveis superiores a 6%, atingidos essa semana são os mais altos desde abril de 2016.


- Nos Estados Unidos, a inflação ao consumidor, registrou 9,1% em 12 meses, seu nível mais alto desde 1981. Com isso, as apostas de uma recessão mais aguda para a maior economia do mundo aumentaram essa semana e investidores aceleraram a fuga dos ativos de risco.


- Ainda traz os destaques de algumas empresas: MRV e Braskem.


Confira!



Clique na imagem para ouvir no Spotify.