O “Value Investing” está morto?

Confira a participação de Luiz Fernando Araújo, CEO da Finacap, para Exame.


"O comportamento de supervalorização de ações de crescimento pode ser observado em dois momentos nos últimos 57 anos, em 1998 e em 2008. Para os mais velhos, que atuavam no mercado de ações no final dos anos 90, essa ideia de estouro da bolha nos mercados de ações de tecnologia certamente provocará uma sensação de déjà-vu.".


Luiz Fernando Araújo, CEO da Finacap Investimentos. Foto: Divulgação



Confira a matéria na íntegra clicando aqui.